Sua relação com o mercado de trabalho

No atual momento de crise do país, é quase impossível não perceber o estrago que vem ocorrendo na vida de muitas pessoas, com empresas fechando, pessoas endividadas e muitas demissões.

Há várias formas de se analisar essa situação:

  • O Estado é o culpado por essa situação.
  • O Estado deve intervir para resolver essa situação.
  • Os donos de empresas não prestam, e por isso demitem se pudor.
  • É o fim dos tempos.
  • Etc.

Costumo ver isso de uma forma um pouco diferente, mais pautado na realidade. Menos em suposições de como o mundo deveria ser, mas sim, em como o mundo realmente é.

Percebo que muitas pessoas ignoram o seguinte fato: A empresa é feita para dar lucro ao dono.

Se você pensa o contrário, então abra uma empresa, e veja sua opinião muda rapidinho.

Compreendendo o motivo das empresas existirem, vem logo:

  • Meu chefe não presta.
  • Meu chefe não me valoriza.
  • Meu salário deveria ser maior.
  • Meu chefe deveria dar mais benefícios.
  • Etc.

Para essa situação só existe uma saída: Entenda como funciona o mercado de trabalho e posicione-se nele como uma peça chave. E não como um coitadinho!

Pode parecer estranho isso, mas o mercado funciona assim. Enquanto você for totalmente dependente do seu emprego, você está correndo riscos e aceitará tudo para marter o seu emprego. Agora, se quiser sair dessa situação, não dependa do seu emprego/chefe.

Então a única solução é a minha empresa? Não.

Tenha em você atributos que o torne peça chave no mercado, onde empresas vão lutar para ter você na equipe dela. Assim você vira o jogo, e não é mais você que precisa do seu chefe, mas seu chefe que precisa de você.
Isso lhe dará uma grande força para se posicionar e exigir melhores condições de trabalho e salário.

E se puder, tenha um plano B.. E um plano C.
Mas não deposite todas suas fichas em um lugar, pois agora você já sabe: Empresas são feitas para dar lucro aos seus donos.

Com essa reflexão espero ajudar a abrir os olhos daqueles que acreditam que sua carreira profissional depende de uma empresa que lhe abra as porta. Quem tem que abrir essas portas é você, nem que seja na base da cotovelada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *